Recebemos a seguinte dúvida recentemente: “como posso criar um “uniforme” ou usar alguma coisa no meu look que mostre que eu sou de determinada empresa ao participar de feiras e eventos? Camisetas com o logo já não dá mais né?”.

Achamos essa dúvida super pertinente, porque hoje em dia existe um movimento muito forte de respeito às individualidades e, portanto, acreditamos que em breve uniformes deixarão de ser uma regra e passarão a ser exceção para os casos em que eles realmente se façam necessários (como para companhias aéreas, empresas terceirizadas, polícia, corpo de bombeiros, etc.) que são casos em que você precisa ter o conforto visual de identificar o funcionário de determinada empresa/instituição só de “bater os olhos” nele, sabe como?

Para os demais casos, aqui vão algumas dicas pra te ajudar a definir a Assinatura de Estilo da sua empresa.

1. Quem é a sua empresa?

Se a sua empresa fosse uma pessoa, como ela seria? Alguém super formal ou alguém mais despojado? Ela seria uma pessoa comunicativa ou mais reservada? Seria super moderna ou preocupada com as convenções sociais?

A Assinatura de Estilo da sua empresa vai depender, portanto, de quem ela é, quais as missões, visões e valores dela, objetivos, etc…

Portanto, antes de pensar na roupa que representa a sua empresa (seja para criar um uniforme real, confeccionado na mesma oficina para todos os funcionários, com regras, cores e logotipo da sua marca, seja para criar um look que possa ser feito com peças “comuns”) é importante traçar esse perfil (se precisar de ajuda com isso, vai lá na nossa coluna de março, onde falamos um pouco de autoconhecimento.

2. Com quem a sua empresa fala?

Da mesma maneira que você precisa traçar o perfil da sua empresa, é importante entender também com quem a sua empresa fala (ou quer falar), para que você possa usar o vestir como uma possível ferramenta de aproximação desse público, em especial nos casos em que vai haver maior interação com esse público, como em eventos e/ou atendimentos presenciais.

3. Traduza tudo isso em elementos do vestir

A gente já falou aqui que quanto mais elementos no seu look, mais informal ele fica.

Por isso, um bom exercício para começar a escolher o look que vai representar a sua empresa é entender se ela é mais formal ou mais informal. Se o seu cliente/público-alvo é mais formal ou mais informal e nesse momento definir se o seu look vai ter mais ou menos informação, seja de cor, estampas ou texturas.

Outra coisa importante: contraste de cores denotam jovialidade, comunicação, inovação. Pouco contraste denotam o contrário.

Cores neutras denotam seriedade/confiabilidade, cores coloridas denotam ousadia.

Cortes clássicos representam tradição, cortes assimétricos, assim como caimentos mais modernos representam modernidade.

E por aí vai. O pulo do gato vai ser entender todos os elementos que você quer trazer para o seu look e a partir daí, criá-lo. Pode misturar seriedade com inovação, jovialidade com tradição, você que manda!

E pra vocês entenderem melhor, vamos trazer aqui o exemplo na nossa empresa, a Assinatura de Estilo.

Se a Assinatura de Estilo fosse uma pessoa, ela seria confiável, inovadora, super comunicativa e nada preocupada com convenções sociais. Vejam aqui o resultado: muita mistura de cores e texturas, algumas peças de caimento mais clássico ou mistura de tons neutros.

Dito isso, se você ainda assim quiser ter um elemento “conector” nos looks de todas as pessoas da sua equipe, vale escolher uma cor ou estampa que se repita em todos os looks, um acessório (como um lenço que pode ser usado no pescoço, no braço, no lugar do cinto, na cabeça…), enfim, o céu é o limite!

Se tiverem mais dúvidas, é só mandar pra gente!

Beijo grande,

Carol e Carlinha
Assinatura de estilo
www.assinaturadeestilo.com.br
FB: Assinatura De Estilo
Instagram: @estiloassinatura