Minha carreira começou quando me formei em Terapia Ocupacional na UFSCar, a partir de lá fiz pós graduação em ergonomia, reabilitação de mão e membro superior, e então resolvi trabalhar. No primeiro ano pós formada trabalhei com saúde mental e logo depois me casei e mudei para Manaus, onde comecei a trabalhar com o que eu mais gostava, reabilitação física, e passei a dar aulas de inglês. Passados quatro anos, voltamos para SP e então as mudanças e vontade de fazer outra coisa começaram, encarei uma cirurgia barátrica e passei a me interessar por alimentação saudável, mas não ao ponto de pensar em cozinhar. Então tive minha primeira filha e parei de trabalhar, digo que tirei uma licença a maternidade de 4 anos.

Minha história como empreendedora começou da vontade de ter um negócio próprio, mas não sabia o que. Então surgiu uma oportunidade de comprar uma livraria. Comprei junto com uma sócia, e sinceramente talvez este tenha sido meu grande erro. Minha livraria, apesar dos milhares de desafios era a minha paixão, mas eu estava dividindo esta paixão com uma pessoa que nao pensava como eu, pois entendíamos o negócio de forma diferente. Não preciso dizer que não deu certo, e eu me senti muito frustrada e uma fracassada.

Resolvi então mudar de área, fui para a gastronomia, investi todo o meu tempo e dinheiro nessa jornada, mas a esta altura já sabia o que queria de um negócio.
Anos depois resolvi novamente abrir um negócio, mas desta vez na área que eu havia planejado e na mesma época surgiu a CIA. Empreendedora, mas apesar de ter este apoio, resolvi seguir minha “vontade”e de novo arrumei 2 sócias que não o jeito de empreender eram diferentes do meu. Não posso dizer que isso foi ruim, porque me trouxe diversos benefícios, aprendi a ter auto confiança, a perceber que não preciso ter sócias como muleta, que eu sou capaz de tocar as coisas sozinha. Novamente depois de 6 meses o negócio fadado ao fracasso, fracassou mesmo. E eu novamente fiquei frustrada, mas não queria desistir.
Foi então que eu resolvi que tentaria entender como as empreendedoras trabalham, passei a ir em todos os cursos da CIA., trocar idéias com as meninas, e passei a contar com uma “coach de vida”, a Nara.
Não preciso dizer que meu olhar mudou, eu passei a enxergar as coisas como empreendedora, e então resolvi tentar pela terceira vez (dizem que o empreendimento que dá certo é o terceiro kkkkk), e então depois de muito estudo, muito papo, muitas tentativas de organização surgiu a DaMi Sabores de Verdade
A DaMi surgiu da vontade de ter e oferecer uma alimentação saudável, da saudade da minha avó que fazia bolos maravilhosos e eu estou tentando chegar lá (apesar que acho que puxei bem minha avó, meus bolos tem ficado incríveis).
Esse é o começo da minha história, e espero que ela continue por muito tempo, afinal agora só depende de mim, e para isso conto sempre com a ajuda da CIA., que me fez acreditar que eu posso! Notícia quentinha de última hora: vou começar a cursar Nutrição e estou muito feliz com essa nova qualificação!!!!
Quer conversar comigo, tomar um café ou me dar uma sugestão de bolo incrível? Entre em contato!!!
Michelle Przewozinski
Instagram: @damisaboresdeverdade
damisabores@gmail.com