Em uma palestra que fiz recentemente para um grupo de mulheres empreendedoras, uma das participantes perguntou: “Você não acha que a gente perde muito tempo com as redes sociais no dia a dia?” E a minha resposta foi: “eu não acho, eu tenho certeza”. Não quero e nem posso generalizar e afirmar que todas as pessoas fazem um mau uso das redes sociais. O que quero dizer é que muitas vezes a utilização das redes sociais podem significar uma perda de tempo imensa no seu dia e você não está percebendo. Quer aprender como otimizar seu tempo?

O ambiente digital em que vivemos, com um mundo ilimitado de informações e inúmeros aparelhos e dispositivos, pode tanto ajudar como atrapalhar a vida da mulher moderna. Tudo depende da forma como a tecnologia é utilizada. Você pode usá-la a seu favor ou virar refém dela.

E por que ficamos tanto tempo na internet e nas redes sociais?

O ser humano anseia por informação. Segundo Nicholas Carr, autor dos livros A Grande Mudança e A Geração Superficial, o fato de ter a sensação de “estar atualizado com os acontecimentos” aumenta a percepção de sobrevivência. Além disso, ter informações e conhecimentos faz com que a pessoa seja socialmente atrativa, gerando uma sensação de inclusão junto aos seus grupos e ganhando mais status. E ainda existe a vontade de “quero mais”. Estudos demonstram que sempre que encontramos uma nova informação, ou mesmo durante o processo de busca de informações adicionais, existe a liberação da dopamina, que é um neurotransmissor que gera emoções de satisfação e prazer.

“Nós queremos ser interrompidos, porque cada interrupção nos traz uma informação preciosa. Ao desconectar esses alertas, nos arriscamos a nos sentir desconectados ou mesmo socialmente isolados. Ansiamos pelo novo mesmo quando sabemos que o novo é na maior parte das vezes trivial em vez de essencial”. Christopher Chabris (You have too much email – 2008)

E o que você pode fazer para não virar refém da tecnologia e usar melhor o seu tempo nas redes sociais?

  1. Identifique quanto do seu tempo você ‘investe” nas redes sociais

Uma pesquisa revelou que as pessoas não tem uma percepção muito clara da frequência com que acessam as informações. Perguntaram a um grupo de profissionais que trabalhavam diretamente com o computador quantas vezes eles olhavam de relance a sua caixa de entrada para conferir os e-mails recebidos e elas responderam que acessavam de 2 a 3 vezes por hora. Após utilizar óculos inteligentes, que acompanham o movimento dos olhos, constatou-se as pessoas olhavam para as mensagens na caixa de entrada de 20 a 30 vezes por hora.

Outra pesquisa comprovou que adultos pegam seus smartphones em média 160 vezes ao longo do dia.

Comece a perceber quanto tempo do seu dia você passa navegando, postando, escrevendo, respondendo e compartilhando mensagens. E identifique o momento em que geralmente isso acontece (manhã, tarde ou noite). Tenha a clareza de que o tempo que acha que está gastando é o tempo que você realmente está gastando navegando nas redes sociais.

  1. Selecione os grupos que vai participar

Já parou pra contar de quantos grupos você participa, seja no WhatsApp, Facebook ou outros? Você realmente precisa participar de todos eles? Se pudesse escolher apenas 3 grupos para ficar, quais seriam eles?

O importante aqui é você se envolver com grupos que de alguma forma ajudem na sua vida pessoal e profissional, seja com conhecimento, diversão ou informações úteis.

Se você se sente incomodada em sair dos grupos, veja um exemplo interessante que recebi recentemente de uma colega. De uma forma muito simpática e objetiva ela avisava a todos que ia viajar nas férias e por isso estava optando por sair de alguns grupos temporariamente, pois não pretendia trabalhar nem responder mensagens durante esse período. (E eu estou até agora pensando se ela realmente se associou a todos os grupos novamente quando retornou das férias.)

  1. Pense antes de enviar uma mensagem

Além de cuidar do seu tempo, você também pode (e deve) cuidar do tempo das suas colegas. Antes de enviar uma mensagem, utilize 3 passos simples: Pare, pense e poste. Lembre que tudo o que é postado nas redes sociais percorre um caminho sem volta, entre curtidas e compartilhamentos, o que reforça a necessidade de pensar antes de postar.

  1. Controle seu horário

Muitos autores afirmam que você precisa ter uma disciplina para usar as redes sociais. Se você acha que está exagerando no tempo, crie o hábito de definir um horário de início e fim para a sua navegação diária ou semanal. Reserve um espaço na sua agenda para isso e monitore o seu tempo. É simples. O importante é dar o primeiro passo e persistir.

O uso consciente das redes sociais implica em você ter objetivos e metas claros e muito bem definidos, e perceber se está usando o seu tempo para atingir esses objetivos e metas ou se afastar deles.

Precisamos ter flexibilidade para nos adaptar ao ambiente digital e aprender a conviver com ele, aprendendo a transformar informação em conhecimento, e principalmente, encontrando um tempo de qualidade para pensar e refletir, colocando o foco e a nossa atenção nas tarefas realmente prioritárias e que vão nos levar até a conquista dos nossos objetivos.

Adelaide Giacomazzi
Cel: (11) 99881-0330
Imagem: Pixabay