O fim do ano chegou. E talvez você esteja pensando como eu: “nossa, como o tempo passou rápido. Já é quase natal”.

Nesse último post de 2017 quero te convidar a fazer uma breve reflexão em relação ao ano que passou. Pare por um momento, 10 minutos apenas, coloque uma música que você gosta, pegue um papel ou caneta, ou escreva no seu celular. Procure deixar registrado, pois o fato de escrever ajuda a você pensar melhor.

Utilize a imagem da árvore de natal.

Imagine que ao longo do ano você recebeu vários presentes intangíveis, como: tempo, energia, novas amizades, conhecimento, momentos únicos e inesquecíveis.

Faça uma lista de todos os presentes que você ganhou:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

8.

Muitas vezes não percebemos quantos presentes generosos ganhamos. E na correria do dia a dia, infelizmente deixamos de agradecer.

Agora faça uma lista de presentes que você deu. Como você doou a sua energia, a sua amizade, o seu tempo, o seu conhecimento para as pessoas que você ama, ou até mesmo para pessoas que você não conhecia?

Faça uma lista de todos os presentes que você deu:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

8.

Agora pense que cada bola de natal da árvore é uma meta atingida, uma conquista, uma realização pessoal e profissional.

Escreva as 6 principais conquistas que você teve ao longo do ano:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

E a estrela feliz e contente no topo da árvore?

Ela representa um objetivo importante na sua vida, um sonho.

Permita-se responder com muita sinceridade as questões abaixo:

– Eu tinha um objetivo claro e bem definido?

– Esse objetivo estava escrito?

– Eu atingi esse objetivo?

– Quais foram os comportamentos que me aproximaram ou me afastaram desse objetivo?

– O que eu poderia ter feito diferente, para ter atingido melhores resultados?

Se você está vibrando de felicidade por ter atingido seu objetivo, seja grata por essa realização, sinta orgulho, se parabenize pelo seu esforço.

Mas se você se sente um pouco entristecida e talvez decepcionada por ter feito tanta coisa e não ter atingido suas metas e objetivo, perceba que sempre é possível mudar e fazer diferente. Depende somente de você. Reconheça o seu esforço, fique feliz por ter tentado e acreditado que conseguia, ajuste o seu plano de ação e continue sempre em frente, com a cabeça erguida. Como naquela música: “Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”.

A jornada empreendedora é cheia de dificuldades e incertezas. E cabe a você transformar cada dificuldade em desafio, cada incerteza em oportunidade de avaliação, crescimento e aprendizado.

Independente de você ter alcançado ou não suas metas e objetivos, ter recebido e dado poucos ou muitos presentes, lembre que todo dia é tempo de recomeçar. Todo dia pode ser um momento de avaliação. É você que decide o que vai fazer, quando, onde, porque e como. Só depende de você. O importante é ter atitude e fazer acontecer.

Um dos maiores aprendizados que você pode ter como empreendedora é criar o hábito da autoavaliação e da avaliação contínua. Medir indicadores e resultados, analisar os dados e informações e construir um significado em cima desses números procurando a cada dia crescer como pessoa e profissional.

“O ato de avaliar inclui a reflexão, o pensar. E principalmente, fazer conexões com os dados e informações. “

Desejo que o seu natal seja iluminado, com uma árvore linda, cheia de presentes e conquistas. E que 2018 seja repleto de momentos especiais e oportunidades para você encontrar o seu caminho e realizar os seus sonhos!

Adelaide Giacomazzi
Cel: (11) 99881-0330