É engraçado começar a escrever um texto sobre a minha pessoa (rsrsr), mas depois que a Nara escreveu o dela, senti que precisava me apresentar! Sou a Marina, co-fundadora da CIA. Empreendedora e aqueles que me conhecem, sabem que eu sou bastante reservada e pouco falo da minha vida pessoal.

Até pouco tempo atrás me definia da seguinte maneira: “Radialista de formação, publicitária de profissão e faladeira de plantão”, afinal quem não gosta de bater um bom papo? Mas isso mudou nos últimos anos e conto para vocês porque!

Escolhendo uma profissão

Lembro que a primeira profissão que escolhi, foi lendo o guia de profissões da Capricho (#quemnunca). Me identifiquei muito com a carreira de Assistente Social, afinal sempre gostei de ajudar o próximo. Durante o meu processo de escolha de carreira, fui desencorajada a desistir de várias profissões até que me identifiquei com a área de Comunicação.

Prestei vestibular para Comunicação Social, mas confesso que me sentia uma ET na sala de aula e percebi que aquela não era a formação que desejava pra mim. Acabei me transferindo para outra faculdade e me formei em Rádio e TV. Eu amava trabalhar em televisão mas logo que meu contrato com a emissora venceu, perdi meu emprego.

Mudando de área 

Da televisão fui trabalhar com produção de comerciais, depois com eventos mas não me sentia totalmente completa. Um dia, conversando com o meu pai surgiu a ideia de tentar me recolocar em Agência de Publicidade como Atendimento de Contas. E lá fui eu bater na porta de todas as agências de SP em busca de um lugar para brilhar. Consegui e tive a oportunidade de trabalhar com as marcas mais prestigiadas do Brasil e do mundo. Fui muito feliz nos 10 anos em que atuei como Atendimento, mas em um determinado momento aquilo não estava mais me completando. Me peguei pensando onde encontrava o tal do “plano B”.

Planejei muito a minha saída, afinal naquela época eu já era casada e tinha dois filhos bem pequenos. Confesso que foi uma decisão muito difícil de tomar, mas eu mal imaginava que mundo maravilhoso eu iria encontrar.

Recomeçando novamente

Tive um tempo para pensar e respirar novos ares, tentei me recolocar em outra área mas o Brasil já estava começando a afundar na crise. Nesse período tive a oportunidade de olhar para mim mesma e perceber que aquele desejo de continuar ajudando as pessoas continuava muito vivo dentro de mim e que estava tudo bem recomeçar novamente.

Durante esse processo, conheci a Nara e descobrimos que além de sermos bem parecidas, tínhamos o mesmo propósito.

CIA. Empreendedora

Nascia então a CIA. Empreendedora com o objetivo principal de ajudar empreendedoras a se conectarem com outras mulheres. Nossa proposta além de ajudar, é auxiliar, ensinar, pegar na mão, olhar no olho e dizer “você consegue”! Desde o começo dessa jornada, estamos fazendo muitos encontros de networking, trazendo cursos para ajudar a empreendedora a se atualizar, além de oferecer conteúdo relacionado ao empreendedorismo virtualmente.

Nascia também a PB Consultoria Digital, unindo todo o expertise que adquirimos em nossas carreiras com a proposta de assessorar pequenas e medias empresas.

Hoje olho para trás e além de sentir um orgulho enorme do caminho que trilhei, tenho a certeza de que precisei passar por áreas diferentes pra chegar onde estou hoje. Meu coração transborda de felicidade em hoje poder dizer pra todo mundo que sim, estou MUITO feliz.

E como me defino hoje? “Radialista de formação e empreendedora de alma e coração”, não posso dizer que falo muito pois minha filha fala muito mais do que eu rsrsrs.

Beijos,

Marina R. Baumel
Empreendedora e Fundadora da CIA. Empreendedora
Instagram: @ciaempreendedora